segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Homens - manual de (des)instruções #01

Os homens não desabafam muito entre si. Um forma de haver desabafo, é por exemplo, quando dois amigos se juntam para fazer algo que lhes dá gozo (um hobby) ou um serviço de bricolage lá por casa, desporto, etc. E lá pelo meio, arranjam-se aqueles 10 minutos para tomar uma cerveja e/ou descansar, e é quando um deles resolve partilhar.

Eu gosto de corresponder e partilho de volta. Acho que provarmos que somos humanos, partilhar algo que nos aflige, ou afligiu, deixa o outro mais à vontade para falar e no fim, faz bem aos dois.

Boa semana...

Imagem retirada da Internet 

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Por vezes procuro

Por vezes procuro novos blogues para ler, depois lembro-me que sou preguiçoso e desisto. :)

Isto não é toda a verdade, mas.... nunca é.

Imagem retirada da Internet

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Nada como

Nada como ter uma amiga bissexual para poder partilhar fotos de mulheres (ok, o link do facebook da pessoa, vai dar ao mesmo) e poder ter opiniões pecaminosas que vão de encontro à nossa mesma opinião!


Bom fim de semana!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

"Pobre" mas feliz...

Quando a patroa liga no início de Agosto a dizer que tenho um aluno para começar "já" com explicações, porque vai voltar a estudar e quer fazer revisões :)

A vida é feita de pequenas felicidades e desde há uns para cá, ter trabalho, para mim é uma delas. 

Atenção, sou preguiçoso "como todo a gente" e custa-me sair da cama de manhã, mas sei que valores mais altos se levantam e sem dinheiro pouco ou nada se pode fazer dignamente.

Boa semana e um excelente mês de Agosto.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Demónios - parte 2

O que sentes por ela?
Recuso-me a responder. Recuso-me a sentir o que quer que seja.

Procuro com algum afinco "sexo sem compromissos", ou como "eles" dizem "amizades coloridas". Confesso que tenho MUITO POUCO jeito para isso, mas esforço-me. Sites de relacionamentos, facebook, entre outros e lá vou indo.

É estranho...
Não é o meu mundo. A adrenalina de foder com uma desconhecida é boa. Mas... passa, como passa uma bebedeira dois dias depois, quando nem já nem a ressaca está no corpo. 

Um refúgio...
Poderão dizer que é um refúgio, um escape, uma forma de compensar e tentar esquecer. Não desminto, mas posso simplesmente ter chegado à conclusão que não presto para relações e não vejo condições reunidas para que uma aconteça no meu futuro próximo. Tento ser uma pessoa pragmática, em todos os aspectos da minha vida e neste é simples: adoro sexo, mulheres, mas não quero um compromisso de momento.

Talvez deva mudar o título do blogue para: "Homem com aquário procura mulher com tesão" :) 
Bom fim de semana.

Demónios - parte 1

Não sei se o que ando a ler me anda a fazer mal, se é do excesso de tempo livre, se é tempo de quebrar. Afinal de contas, devia ser feliz, o meu ano lectivo, profissionalmente foi muito bom, mas sei que não estou feliz. E mesmo quando as coisas eram mais duras, consegui a espaços ser mais feliz.

Dos demónios, o pior que existe é saudade...

A "minha" N. diz para mim: "Diz-lhe. E não digas que não dizes por amor próprio (...)"
Digo, ou tento que seja por esse motivo.

Mesmo assim, por vezes, em delírio penso: se tudo desse uma reviravolta e nós nos acertássemos de novo - e depois?

Ia voltar a ser igual? A passar as noites (algumas vezes já a custo) em video-chamadas com ela, separados por mais de 300km e a sentir saudades nos dias em que não o conseguíssemos fazer? A gastar balúrdios para ir ter com ela duas vezes por mês ao Porto, sem (nunca) ter retribuição da presença dela no percurso inverso? A manter a nossa relação escondida da família por motivos que já nem eu entendia? A ter de ficar em Hotéis e Motéis como dois criminosos, cujo único crime foi gostarem demais um do outro? ...já não somos garotos e já não o éramos há um ano atrás.

A nossa relação não evoluiu e o ressentimento foi o filho que gerámos do muito que fodemos juntos. Sobretudo, fodemos o que tínhamos e que não foi o suficiente para ficar. 

Se faço outro post sobre o que me vai na alma

vocês fogem e vão de férias!

Como se precisassem de incentivos.
Sei...